Tuesday, 02 August 2016 00:00

Saúde amplia serviços de radioterapia em Minas Gerais

Written by

O município de Divinópolis (MG) ampliará os serviços de radioterapia oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Nesta quarta-feira (27), o Hospital São João de Deus recebeu do Ministério da Saúde, mais um acelerador linear – equipamento de última geração utilizado para o tratamento de diversos tipos de câncer. A entrega aconteceu no setor oncológico da unidade hospitalar e contou com a presença do ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O acelerador foi adquirido com recursos de emenda parlamentar, por meio de convênio firmado entre o município e o Ministério da Saúde, na ordem de R$ 1,8 milhão. A Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas complementou a verba com o incremento de mais R$ 1,2 milhão. Para o ministro Ricardo Barros, o equipamento vai melhorar o atendimento oncológico na região. “Já temos a liberação da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN). O equipamento tem capacidade para realizar uma média de 100 sessões de radioterapia por dia, ou seja, é uma importante ampliação da oferta de radioterapia para a população”, destacou Barros.

Crédito: Ministério da Saúde
Crédito: Ministério da Saúde

O Hospital São João de Deus é filantrópico e referência nas especialidades de oncologia, cardiologia, nefrologia, ginecologia obstetrícia, pediatria, neurologia, clínica médica e cirurgia geral, além de ser habilitado na Alta Complexidade em Oncologia. Possui ao todo 275 leitos atendendo pelo SUS e 3.391 profissionais, sendo que 267 são médicos. A instituição recebe por ano o valor de R$ 2,2 milhões referentes ao Incentivo de Adesão à Contratualização (IAC).

Hospital Regional

Ainda em Divinópolis, o ministro Ricardo Barros visitou as obras do Hospital Regional Divino Espírito Santo. Atualmente, unidade está com 78% das obras

concluídas. Orçado em R$ 79 milhões, o Hospital Regional foi projetado para atender a uma população de 1,2 milhão de pessoas da Região de Saúde do Oeste mineiro. Ao início do funcionamento da unidade, estão previstos a disponibilidade de 210 leitos para internação, UTI Adulto e Neonatal, cuidados intermediários e pronto-socorro. “Esse Hospital contará com a ajuda do Governo Federal para seu funcionamento. A expectativa é que a partir de setembro tenhamos fôlego para avançar para retomar novas habilitações, serviços ou contrapartida orçamentária do governo federal”, enfatizou Ricardo Barros.

Hospital da Baleia

Ainda na quarta-feira (26), ministro foi aos Hospitais da Baleia e do Barreiro, em Belo Horizonte. O Hospital da Baleira atende 90% SUS e é formado por três unidades. O ministro conheceu a ala pediátrica e de cuidados prolongados, que foi reformada com recurso do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) no valor de R$ 300 mil. Além de oncologia, a unidade atende a outras 24 especialidades, sendo referência em cirurgia buco-maxilar, dermatologia, nefrologia, neurocirurgia e pediatria. O hospital da Baleia teve três projetos aprovados no âmbito do PRONON entre 2013 e 2015, no valor de R$ 2,47 milhões. “Vim aqui para colocar luz sob as boas práticas. O Hospital da Baleia é referência, bem administrado e tem credibilidade para ter apoio da sociedade. Sempre visito hospitais que são referência para que os outros aprendam como se faz o equilíbrio financeiro e orçamentário de uma instituição filantrópica”, afirmou Ricardo Barros.

Ibirité

Em Ibirité (MG), Ricardo Barros, foi a Maternidade e Hospital Regional de Ibirité, que faz atendimento 100% gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a uma população de 852 mil pessoas da região de Contagem. A unidade presta serviços especializados como atenção às pessoas em situação de violência sexual, atenção à saúde auditiva, diagnóstico o por imagem, por laboratório clínico, farmácia, fisioterapia, hemoterapia, suporte nutricional, e transplante. Além do hospital, nas mesmas instalações também funciona uma UPA 24h, que será transferida para um terreno ao lado após a conclusão das obras, que já estão em andamento.

Durante a agenda em Minas Gerais, o ministro pontuou que a prioridade é ajustar as contas, para buscar novas formas de financiamento. “O contingenciamento de R$ 5,6 bilhões foi liberado e nós cumpriremos todas as obrigações já contratadas. Existem novos pedidos de credenciamentos e habilitações que estamos estudando, mas vamos tratar disso quando houver disponibilidade financeira. No momento, o objetivo é cumprir tudo o que já temos contratado com estados e municípios e, nesse sentido, posso garantir que todo o orçamento deste ano está recomposto e tudo será pago em dia”, assegurou.

Outra prioridade do novo ministro é visitar unidades de saúde no país em busca de exemplos de sucesso em gestão para serem implantadas no SUS. Ricardo Barros já foi a sete unidades da federação: Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Bahia e Santa Catarina. “Informação é imprescindível para nortear a gestão de qualquer unidade e temos excelentes exemplos que podem ser replicados no país”, enfatizou Barros.

Por Portal da Saúde

Read 1126 times Last modified on Tuesday, 02 August 2016 23:59
AMAF

Associação Movimento Agentes Fortes de Minas Gerais
"Dando Voz a Segurança Pública"

Email: amaf@gmail.com
Contato: 031-9-8699-5140 (Julio Costa)

Login to post comments

ACESSOS RÁPIDOS

                  

AMAF MG

AMAF MG
Associação Movimento Agentes Fortes de Minas Gerais

Presidente: Julio Costa

ÚLTIMOS POSTS

NEWSLETTER

Assine a newsletter da AMAF e receba em seu email as principais notícias do Sistema Prisional de Minas Gerais