Rate this item
(0 votes)

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGE/SEAP Nº

01/2017, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2017

 

 Dispõe sobre as atribuições e a organização do Núcleo de Correição Administrativa da Unidade Setorial de Controle Interno da Secretaria de Estado de Administração Prisional.

O CONTROLADOR-GERAL DO ESTADO e o SECRETÁRIO DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO PRISIONAL, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso III do §1º do art. 93 da Constituição Estadual, pelo art. 48 da Lei nº 22.257, de 27 de julho de 2016, e pelos arts. 6º e 7º do Decreto nº 47.087, de 23 de novembro de 2016, resolve:

Art. 1º A Unidade Setorial de Controle Interno da Secretaria de Estado de Administração Prisional – USCI-SEAP –, subordinada tecnicamente à Controladoria-Geral do Estado – CGE –, tem como competência promover, no âmbito da SEAP, as atividades de auditoria, correição administrativa, transparência e prevenção e combate à corrupção.

Parágrafo único. Para o exercício das competências previstas no caput, a USCI-SEAP terá, em sua estrutura organizacional, Núcleo de Correição Administrativa – NUCAD/USCI-SEAP –, que observará as diretrizes e regras estabelecidas nesta Resolução Conjunta e nas demais normas editadas pela CGE nas ações disciplinares empreendidas


CONFIRA TODO DOCUMENTO 

 

Rate this item
(0 votes)



Secretário de Estado de Administração Prisional

 

O Secretário

O Secretário de Estado de Administração Prisional, Francisco Kupidlowski, é graduado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1977) e foi desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

 

Equipe

 

Secretário de Estado de Administração Prisional

Francisco Kupidlowski
3915-5706 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

Secretário Adjunto de Estado de Administração Prisional

Marcelo José Gonçalves da Costa
3916-9420
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

1 Chefia de Gabinete

Edmar Pinto de Assis
3915-5706
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

  

2 Assessoria Jurídica

Maria Cecília de Almeida Castro
3915-5801
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

3 Assessoria de Comunicação

Patrícia de Freitas Andrade Rocha
3915-5899
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

4 Assessoria de Planejamento

Luiza Hermeto Coutinho Campos
3915-5530
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

5 Assessoria de Informação e Inteligência

José Antônio da Silva
3915-5914
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

6 Unidade Setorial de Controle Interno

Thiago Alves Machado
3916-9931
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

6.1 Núcleo de Correição Administrativa

Carlos Henrique de Almeida
3915-0974
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

7 Unidade Setorial de Parcerias Público Privada e Cogestão

Luciana Lott de Almeida Cunha
3915-5950
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

8 Assessoria Militar

Edmar Pinto de Assis, Major PM
3915-5706
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

9 Academia do Sistema Prisional

Lincoln Ignácio Pereira 
3915-5751 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

9.1 Núcleo Pedagógico

Vilene Eulálio de Magalhães 
3915-5751 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

9.2 Núcleo Operacional

Márcio Pereira Mendonça 
3915-5751 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

10 Subsecretaria de Segurança Prisional

Washington Clark dos Santos
3915-5704
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

10.1 Superintendência de Segurança

Sara Simões de Araujo Pires
3915-5691/3916-9057
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

10.1.1 Diretoria de Segurança Externa

Charlesnaldo dos Santos
3915-5648
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

10.1.2 Diretoria de Segurança Interna

Leonardo Aganetti Pessoa
3915-5702
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

10.1.3 Diretoria de Prevenção e Apoio Operacional

Fábio César Simões Moreira
3915-5770
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

10.1.4 Comando de Operações Especiais 

Marinho Rômulo de Avelar Filho
9 7319-1300

10.2 Superintendência de Gestão de Vagas e Custódias Alternativa

Glautom Pereira da Silva
3915-5615
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 10.2.1 Unidade Gestora de Monitoração Eletrônica

Giovani Rodrigues Santiago Belloni
2129-8144
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

10.2.2 Núcleo de Alvarás

Henrique Carneiro
5901-9511
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

10.2.3 Diretoria de Gestão de Vagas

Leonardo Martins Parreiras  
3916-9059
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

10.2.4 Diretoria de Custódias Alternativas

Gaubert Walirson Diniz Rocha
3915-5619
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 10.2.5 Diretoria de Atendimento ao Flagranteado

Cristiano Conceição Silva
2129-8112
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

11 Subsecretaria de Humanização do Atendimento

Emília Eunilce Alcaraz Castilho
3915-5618
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

11.1 Superintendência de Trabalho e Ensino

Guilherme Augusto Alves de Lima 
3915-5623
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

11.1.1 Diretoria de Trabalho e Produção

Felipe Oliveira Simões
3915-5644
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

11.1.2 Diretoria de Ensino e Profissionalização

Natália Imaculada Nascimento Rodrigues
3915-5654
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

11.2 Superintendência de Atendimento ao Indivíduo Privado de Liberdade

Louise Bernardes Passos Leite
3915-5617 / 3915-5629
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

11.2.1 Diretoria de Atenção à Saúde e Atendimento Psicossocial 

Maria Aparecida Guimarães
3915-5650
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

11.2.2 Diretoria de Articulação do Atendimento Jurídico

José Marcos Bonfim Ferreira
3915-5646
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

11.2.3 Diretoria de Classificação Técnica

 Vitor Matheus Leal Bernardes
 3915-5666
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

11.2.4 Diretoria de Assistência à Família

Judsonia Pereira dos Santos Curte
3272-0108
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

11.3 Superintendência de Atenção Integral ao Paciente Judiciário

Jober Gabriel de Souza
39155627
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

11.3.1 Diretoria de Acompanhamento Social

Narjara Arantes Ferreira 
3915-5627 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

11.3.2 Diretoria de Acompanhamento Terapêutico

Gleisson de Campos 
3915-5627 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

12 Subsecretaria de Gestão Administrativa, Logística e Tecnologia

Wilson Gomes da Silva Junior 
3915-5830 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

12.1 Superintendência de Planejamento, Orçamento e Finanças

Felipe Afonso Costa 
3915-5815 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

12.1.1 Diretoria de Planejamento e Orçamento

Regina da Conceição Torres 
3915-5787 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

12.1.2 Diretoria de Contabilidade e Finanças

                         Camila Aniceto de Oliveira 
                         3915-5800 
                         This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

12.1.3 Diretoria de Contratos e Convênios

 

12.2 Superintendência de Infraestrutura e Logística

Márcio Fernandes Guimarães 
3915-5790 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

12.2.1 Diretoria de Material e Patrimônio

Tiago Maduro de Azevedo 
3915-5773 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

12.2.2 Diretoria de Infraestrutura

Helvécio Rocha Zenith 
3915-5750 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

12.2.3 Diretoria de Transporte e Serviços Gerais

João Pedro Campos Rios Júnior 
3915-5748 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

12.2.4 Diretoria de Compras

Diene Aparecida Damasio Silva 
3915-5957 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

12.2.5 Diretoria de Apoio à Gestão Alimentar

Glênia Rúbia Duarte 
3915-5523 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

12.3 Superintendência de Tecnologia, Informação, Comunicação e Modernização do Sistema Prisional

Adão Jairo Souza Porto 
3915-5730 / 3915-5745 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

12.3.1 Diretoria de Suporte e Infraestrutura

Carlos Jader Portes da Silva 
3915-5774 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

12.3.2 Diretoria de Sistemas de Informação

Márcio José da Silva 
3916-7171 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

12.4 Superintendência de Recursos Humanos

Ronildo André da Silva 
3915-5915 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

12.4.1 Diretoria de Pagamentos, Benefícios e Vantagens
                 
12.4.2 Diretoria de Gestão de Pessoas

Ana Louise de Freitas 
3915-5820 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

12.4.3 Diretoria de Atenção ao Servidor

Michelle Andrade Henriques 
3915-5879 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

Rate this item
(0 votes)

O Levantamento Penitenciário Nacional realizado pelo Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN) do Ministério da Justiça apontou Minas Gerais como o estado com o maior percentual de presos trabalhando em comparação com as demais unidades da Federação. São 18.889 presos trabalhando nas unidades prisionais de Minas, o que representa no total de 68.354 homens e mulheres em cumprimento de pena um percentual de 30% da população carcerária do Estado. Depois de Minas Gerais estão os Estados do Mato Grosso do Sul (25%) e do Rio Grande do Sul (24%).

Para o Secretário de Estado de Administração Prisional, Desembargador Francisco Kupidlowski, a posição de Minas Gerais nesse ranking nacional representa o esforço e a dedicação dos servidores em prol da ressocialização dos presos.

“Dar chances às pessoas privadas de liberdade é um jogo em que todos vencem. E, do nosso ponto de vista, é um ganho muito grande, tanto para o preso, que aprende um novo ofício e obtém uma possibilidade real de reinserção social, quanto para a sociedade que também colhe muitos frutos desse trabalho, pois devolvemos a ela um indivíduo apto ao convívio social”, enfatiza Kupidlowski.

A Lei de Execução Penal, criada em 1984, prevê a obrigatoriedade do trabalho somente para os presos condenados. No Sistema Prisional mineiro o número de presos condenados gira em torno de 33 mil. Neste sentido, Minas possui mais de 50% de presos aptos para o trabalho desenvolvendo algum tipo de atividade laboral.

        Fonte: Mapa carcerário SEAP MG

                                        Fonte: Mapa carcerário SEAP MG 

De acordo com o Secretário, Desembargador Francisco Kupidlowiski, o objetivo é ampliar ainda mais esse número em 2018. “A minha gestão atua sob três pilares: Segurança, valorização profissional e humanização do atendimento dispensado ao preso. Seguindo essas diretrizes, a nossa meta para 2018 é ampliar o número de parcerias com entes públicos e empresas privadas para aumentar o número de vagas de trabalho no Sistema Prisional.”

Depen 3

Atualmente, a SEAP conta com 417 parcerias de trabalho com prefeituras, instituições públicas e empresas privadas. Nas atividades externas de limpeza e manutenção de praças, avenidas e córregos são quase 300 presos em mais de 65 parcerias com o Poder Executivo de municípios da Zona da Mata, Vale do Rio Doce, Mucuri, Triângulo, Sul, Norte, Noroeste, Oeste, Metropolitana e Central.

Nas atividades produtivas os presos têm direito à remição de pena. Para cada três dias de trabalho, um a menos na condenação; e a remuneração é de ¾ do salário mínimo. Eles devem estar no regime semiaberto e ser aprovados pela Comissão Técnica de Classificação (CTC), que é uma equipe multidisciplinar composta por profissionais da unidade prisional, das áreas de segurança, jurídica, saúde e psicossocial.

A CTC tem um papel primordial no ranking nacional conquistado pelo Estado de Minas Gerais, pois somente com a avaliação dos diversos profissionais que acompanham de perto os detentos, nos seus diversos aspectos, é possível encaminhá-los para o trabalho e saber em qual tipo de atividade o preso pode ser inserido.

Dentre as diversas atividades laborais realizadas pelos detentos destacam-se a limpeza urbana e combate à dengue; produção de hortaliças e legumes, que são doados para instituições de caridade e assistenciais; confecção de uniformes e chinelos usados no Sistema Prisional; transformação de bicicletas usadas em cadeiras de rodas, e uma variada produção industrial como, por exemplo, peças eletrônicas, bolsas, blocos de concreto, móveis e fabricação de aquecedor solar.

Para a Subsecretária de Humanização do Atendimento, Emília Castilho, o lugar ocupado por Minas Gerais no ranking nacional de presos trabalhando é o indicativo de que a SEAP está no caminho certo. “Nosso Estado destaca-se tanto no aspecto da segurança quanto nas metas de ressocialização”, afirma a Subsecretária.

Uma parte do trabalho de presos em Minas Gerais também representa uma economia para os cofres públicos, na medida em que algumas unidades são responsáveis pela fabricação de uniformes e chinelos. No ano passado, a economia gerada para o Estado com a fabricação desses itens, em comparação com os preços de mercado, foi de R$ 2.225.713,90. O principal fator de redução do preço de cada peça está na mão de obra. Os presos recebem por produção: um custo consideravelmente mais baixo do que o de um empregado com carteira de trabalho assinada.

Depen 4

O Subsecretário de Gestão Administrativa, Logística e Tecnologia, Wilson Gomes, destaca outras vantagens da produção de itens essenciais para os presos, como a agilidade na aquisição e redução dos custos de transporte, porque é feito pela SEAP. “Essas atividades produtivas vão muito além da economia para o Estado. O maior valor agregado está no investimento social para a vida dos sentenciados e dos familiares. Significa investir na qualidade do cumprimento da pena, em saúde física e mental, e ainda na formação de mão de obra especializada”, lembra o Subsecretário.

Cinco cidades fazem parte do circuito industrial responsável pela redução de custos do Estado: Itajubá, Pouso Alegre, Caxambu, Formiga, Uberlândia e Muriaé. Quase todo o material é enviado para o Almoxarifado Central, em Belo Horizonte, e distribuído para as unidades prisionais da SEAP. As cinco primeiras são responsáveis pela produção de uniformes. E Muriaé, pela produção de chinelos.

Nos galpões de trabalho dessas unidades, a única forma de identificar que os “funcionários” cumprem pena judicial é o fato de vestirem o uniforme da SEAP, pois o ambiente é de uma fábrica: linha de produção com divisão de tarefas, barulho somente das máquinas, concentração e um supervisor de qualidade atento aos acabamentos e metas.

O Diretor de Trabalho e Produção da Subsecretaria de Humanização do Atendimento, Felipe Simões, ressalta que além das vantagens financeiras que as empresas parceiras recebem (Pagamento mínimo de ¾ do salário mínimo, isenção das obrigações trabalhistas, isenção de custos relativos a aluguéis, IPTU, transporte e segurança) elas têm um enorme ganho subjetivo que é ter uma mão de obra mais empenhada, focada e produtiva.

Responsabilidade social

É possível encontrar plantações de alface, couve, almeirão, quiabo, batata-doce, rúcula, abóbora, beterraba e diversos outros produtos agrícolas em áreas de segurança de unidades prisionais ou até mesmo em terrenos vizinhos, emprestados por prefeituras ou empresários. O destino desses alimentos é certo: entidades e instituições assistenciais. A mão de obra nessas áreas também é de presos, e faz parte do número divulgado no Levantamento Nacional do DEPEN.

O Superintendente de Trabalho e Ensino, Guilherme Augusto Lima, ressalta a importância dos Agentes de Segurança Penitenciários e do pessoal administrativo nas atividades laborais dos presos. “Todos os servidores têm um papel essencial na ressocialização, em especial os Agentes de Segurança Penitenciários responsáveis por tornar factível a implementação de políticas de ressocialização nas unidades prisionais. Sem eles não seria possível realizar nenhum tipo de trabalho. ” 

Horta cultivada na Penitenciária Agostinho de Oliveira Júnior Depen 6

 

Horta cultivada na Penitenciária Agostinho de Oliveira Júnior - Unaí                            

O Presídio Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, é uma das unidades prisionais produtoras de legumes e verduras. Uma equipe de 15 presos cultiva e colhe, por mês, aproximadamente 1.200 quilos de legumes e verduras que são destinados ao Banco de Alimentos da cidade e à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), de Ribeirão das Neves.

 Destaque Nacional

O Levantamento está disponível no site do Departamento Penitenciário Nacional (http://www.justica.gov.br) e apresenta um panorama da situação do Sistema Prisional Brasileiro, como número de presos, déficit de vagas, estabelecimentos por tipo de destinação, perfil da população carcerária, gestão de serviços penais, recursos humanos e outros.

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) é órgão subordinado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, responsável por acompanhar a aplicação das normas de execução penal em todo o território nacional, auxiliar tecnicamente os estados e Distrito Federal, gerir os recursos do Fundo Penitenciário Nacional, além de outras atribuições.

Rate this item
(0 votes)

A Associação do Movimento dos Agentes Fortes de Minas Gerais – AMAFMG desde o dia 12/12 vem junto as demais Forcas de Segurança Publica realizando Movimentos os quais é a insatisfação com o Governo do Estado.

Nessa 4ª feira dia 20/12 estão frente ao Clube dos oficiais da Policia Milita.

O Presidente da AMAFMG Júlio Costa representando o Sistema Prisional, Sócio Educativo e Servidores Administrativos, tomou a palavra em carro de som e foi realista em suas palavras, mostrando a verdade do quem vem acontecendo, conforme pautas a seguir, fotos e Vídeos.

O agente Marcos Terrinha mais uma vez esta presente, sendo apoiador do Movimento desde a primeira reunião do dia 12 com as Forcas de Segurança Publica, uma vez que é conhecedor do Sistema Prisional, de grande Experiência e Vivencia.

O Deputado Sargento Rodrigues, Cabo Coelho e os presidentes de entidades da classe da segurança pública (AMAFMG, Aspra/PMBM, CSCS, Ascobom, ÁMEM, SINDPOL, estão presente no Movimento/Manifestação  desta quarta-feira, 20/12, que iniciou às 14H, em frente ao Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Rua Diabase, 200, bairro Prado/BH).

REMOÇÕES DE AGENTES DA ACADEMIA DO SISTEMA:

A AMAFMG, já insatisfeita com a forma que a SEAP vem conduzindo a categoria, morosidade faltas de apurações de ilegalidades em Unidades Prisionais, dentre outras pautas abaixo e;

Após receber denuncias e comprovar remoções de Agentes Penitenciários da academia do Sistema Prisional por denunciar ilegalidade da mesma, foi o limite para se comprovar que também o abuso de poder esta acorrendo dentro da SEAP. Até mesmo pressão aos Agentes nos procedimentos de averiguação em Audiência na cidade Administrativa, por pessoas da Direção do Departamento Geral Pessoal.

Será que o chefe de Gabinete da SEAP um Oficial da PM, não tem conhecimento disso?

Nesse Sentido a AMAFMG nas ruas de Belo Horizonte, na mídia, manifestou varias outras mazelas no Sistema Prisional. O qual reafirma que desde sua criação, nada aconteceu de Valorização as Categorias.

CONFIRA AS PAUTAS DA REIVINDICAÇÃO:

SECRETARIO FALA EM VALORIZAÇÃO DA CATEGORIA MAIS NADA ACONTECEU

  1. Apenas Benefícios para Secretario, Subsecretário, Chefe de Gabinete (medalhas, honrarias); e classe principalmente?
  2. Demissões em Massa dos Agentes Contratados desde Dezembro 2016;
  3. Unidades Super lotadas e falta de Agentes;
  4. 01 (um) Agente Noturno de Plantão para Mais de 70 presos;
  5. Cogitação de Fechamento de Unidades Prisionais, pré Assumidas pela SEAP;
  6. Não saiu o Concurso, só enrrolação;
  7. Salários Parcelados;
  8. Não Pagamento do 13ª salário integral;
  9. Não nomeações de Diretores Unidades Prisionais;
  10. Remoções de Agentes por Assedio Moral e Abuso de Poder na Academia do Sistema por mostrar ilegalidade;
  11. Abuso de Poder por Diretora do DGP (Falta de educação, cordialidade com os Agentes);
  12. Cargos Comissionados alto escalão na Seap apadrinhados por políticos enganadores e em Unidades Prisionais (Diretores que não são Agentes);
  13. Sucateamento (falta de equipamentos, Viaturas, Algemas, Armas);
  14. Falta de Diárias para O sistema Prisional (Para Viagens de Alto escalão não falta);
  15. Não Nomeação dos Aprovados no Concurso para Áreas Administrativas;
  16. Desvios de Função;
  17. Unidades Sem Estrutura (Sem Alojamento, Vasos Sanitários, etc);
  18. Não reconhecimento da Insalubridade e Periculosidade da carreira, Adicional escolaridade;
  19. Dentre Varias outras Mazelas

Contudo isso, Eu Júlio Costa e a categoria aguardamos o pronunciamento do Secretario da SEAP, frente a tudo isso, principalmente os abusos que não precisava ocorrer dentro da SEAP, como trocas de Diretores em Unidades Prisionais, remoções absurdas de Agentes que não cometeram atos ilegais, falta de cordialidade, respeito com os Agentes na DGP (Responsável por Remoções), falta de apuração de ilegalidades em algumas Unidades (SERVIÇO DE INTELIGÊNCIA) e tomada de providencias enérgicas, por fatos graves, ilícitos.

Se a SEAP não sabe, a AMAFMG sabe e comprova.

ATENÇÃO TODO SISTEMA PRISIONAL, SÓCIO EDUCATIVO, E SERVIDORES ADMINISTRATIVOS, Eu Julio Costa com a Associação AMAFMG em todas as Risps, não havendo resultados ou providencias nessas demandas ai, VAMOS REALIZAR MOVIMENTOS DO SISTEMA PRISIONAL EM BELO HORIZONTE E DEPOIS NO INTERIOR DO ESTADO, COMO ESSES MOVIMENTOS QUE REALIZAMOS DE TODA SEGURANÇA PUBLICA. VAMOS MOSTRAR PARA POPULAÇÃO ESSES ABSURDOS. 

Obs: Sistema vai parar. Colapso a frente. Aguardem. Nunca chegou a esse ponto.

 

 

Rate this item
(1 Vote)

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Administração Prisional (SEAP), primando pela segurança e integração do Sistema Prisional, e em parceria com o Ministério da Justiça por intermédio da Superintendência Regional da Polícia Federal em Minas Gerais, assinou hoje, 19 de dezembro, um Acordo de Cooperação Técnica para a identificação de toda a população carcerária no estado. A cooperação técnico-cientifica e operacional assinada no gabinete do Secretário, prevê a identificação datiloscópica dos presos, e o compartilhamento do banco de dados entre a Polícia Federal e a SEAP.

O Secretário de Estado de Administração Prisional, Desembargador Francisco Kupidlowski, reiterou a colaboração da SEAP no processo de identificação e discernimento dos indivíduos presos atualmente em Minas Gerais. “Estamos muito satisfeitos com essa contribuição junto à Polícia Federal, uma vez que a ação também visa garantir os direitos de cidadania da população carcerária, e nos colocamos à disposição para viabilizar a operação da melhor forma possível.”

O Superintendente Regional da Policia Federal no Estado de Minas, Robinson Fuchs Brasilino, destacou a nova visão do Sistema Prisional adotada pela SEAP. “Hoje, o Sistema Prisional é uma entidade participativa e envolvida em várias questões de segurança, e essa integração junto à Polícia Federal apenas reforça esse importante papel da SEAP no compartilhamento de informações e na defesa da sociedade”.

pf2

 Além do Secretário de Estado de Administração Prisional, Desembargador Francisco Kupidlowski e do Superintendente Regional da Policia Federal no Estado de Minas, Robinson Fuchs Brasilino, participaram da reunião o Chefe de Gabinete da SEAP, Major Edmar Pinto de Assis; o Subsecretário de Segurança Prisional, Washington Clark dos Santos; o Delegado Regional Executivo da Superintendência da Polícia Federal, Marinho Silva Rezende; o Delegado Regional de Combate ao Crime Organizado, Marcílio Miranda Zocrato; o Chefe da Perícia de Identificação da Policia Federal de Minas Gerais, Flávio Roberto de Melo e o Papiloscopista da Polícia Federal, Fernando Carvalho dos Santos.

O Acordo de Cooperação Técnica prevê o cadastro de toda a população carcerária no sistema da Polícia Federal em um período de 36 meses já a partir de janeiro de 2018.

Em Reunião Extraordinária na data de (14/12/17), o Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, em 2° turno, o Projeto de Lei (PL) 3.078/15, do deputado Lafayette de Andrada (PSD), que altera a Lei 11.404, de 1994, sobre normas de execução penal.

O objetivo é incluir os agentes penitenciários e socioeducativos no rol dos agentes do Estado com prerrogativa de cumprimento de pena privativa de liberdade em dependência distinta da dos demais presos. Atualmente a legislação garante esse direito a presos que tenham exercido função policial.

O projeto foi aprovado na forma do substitutivo n° 1, da Comissão de Segurança Pública. O texto aprovado explicita que a proposição também se aplica aos bombeiros militares e garante que os agentes de segurança pública deverão ser mantidos em dependência distinta e isolada dos complexos penitenciários comuns existentes, a fim de assegurar, efetivamente, a incolumidade física desses profissionais.

Projeto incentiva a criação de Apacs

 

Também foi aprovado em 2° turno o PL 3.988/17, do deputado Agostinho Patrus Filho (PV), que dispõe sobre a criação de vagas no sistema penitenciário do Estado. O projeto foi aprovado na forma do vencido (redação unificada do texto votado com alterações em 1º turno).

O texto aprovado prevê que o Poder Executivo aplicará no mínimo 20% dos recursos orçamentários destinados à criação de novas vagas no sistema prisional para a construção de novas unidades prisionais a serem adminitradas pelas entidades civis de direito privado sem fins lucrativos, previstas no artigo 157 da Lei 11.404, de 1994, que tenham firmado convênio com o Estado, e para a ampliação das unidades que já são administradas por essas entidades.

Essas entidades são as Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apacs). Segundo levantamento do Tribunal de Justiça, a reincidência entre os egressos de unidades Apac gira em torno de 15%, contra 70% entre os oriundos do sistema comum.

Monday, 18 December 2017 15:13

Novas viaturas para o Sistema Prisional

Rate this item
(0 votes)

Em mais uma ação voltada para a melhoria das condições de trabalho e para o atendimento das escoltas, o Governo de Minas Gerais entregou, no último dia 14 deste mês, vinte e sete viaturas celas para a Secretaria de Administração Prisional.

O ato formal de entrega das viaturas foi conduzido pelo Desembargador Francisco Kupidlowski, Secretário de Administração Prisional, ocasião em que os Diretores das 22 Unidades contempladas com a distribuição das viaturas receberam as chaves das mãos do Secretário.

Os veículos foram adquiridos mediante repasse de recursos do Fundo Penitenciário Nacional e somou um investimento da ordem de mais de 4 milhões de reais (R$ 4.238.475,12).

As novas viaturas, com capacidade para o transporte de até 08 presos em compartimento de segurança e 05 Agentes de Segurança Penitenciário responsáveis pela escolta, além de armamentos e equipamentos, atende ao previsto na Resolução do Conselho Nacional de Trânsito nº 626/2016.

Com as viaturas, também foram apresentadas, pelo Secretário, a nova comunicação visual externalizada nas pinturas e plotagens que permitem uma melhor identificação e reforça a Identidade Institucional da SEAP.

As novas plotagens e pinturas estão regulamentadas pela Resolução nº 69/2017 – GAB SEAP que encontra-se disponível no site da SEAP, no menu Transparência, na aba Legislação e Regulamentação.

Com as novas plotagens e pinturas, a SEAP distingue as viaturas das Unidades Prisionais destinadas à escoltas daquelas destinadas ao Comando de Operações Especiais (COPE), mas sempre prestigiando a identidade institucional e as características da SEAP.

Em sua fala, o Secretário Francisco Kupidlowski destacou a importância de mais uma entrega de viaturas para o Sistema Prisional e assegurou que para 2018 outros veículos serão entregues e distribuídos às Unidades Prisionais. Dirigindo-se aos Diretores das Unidades que receberam as novas viaturas, afirmou o Secretário: “As viaturas que hoje entregamos às Senhoras e Senhores vem equipada com várias tecnologias e destaco, aqui, as câmeras instaladas na parte externa e no compartimento de presos, que permite à equipe de escolta monitorar, em tempo real e o tempo todo, a parte externa do veículo e o comportamento dos presos que estão no compartimento de segurança. São viaturas que trazem segurança para os nossos servidores operarem as escoltas. São viaturas de elevado custo, cada uma tem um valor na casa de R$ 172.000,00 e, por isso, não foi possível adquirir um número maior de viaturas. Cuidem dessas viaturas, elas fazem parte do rol de ferramentas de trabalho que o Estado disponibiliza aos nossos servidores para a prestação de serviços à sociedade mineira”.

Para o Chefe de Gabinete da SEAP, Major Edmar, no ano de 2017 o Sistema Prisional teve vários investimentos e isso se deve à condição de Secretaria e não mais de uma Subsecretaria. “Tais investimentos precisam e serão incrementados no ano de 2018, mas com a entrega de mais essas viaturas, reforça-se o compromisso do Governo e da nossa gestão de investir em segurança, investir na valorização do servidor e investir no atendimento ao preso. Os investimentos podem não ser os que gostaríamos de apresentar em termos numéricos, mas é o que se apresentou como possível, diante do cenário de crise financeira pelo qual passa o nosso país e o nosso Estado.”

Para o Subsecretário de Segurança Prisional, Dr. Washington Clark, “com as novas viaturas, estamos dando aos nossos servidores melhores condições de se fazer uma escolta em segurança e, ao mesmo tempo, garantimos o atendimento das escoltas judiciais e policiais, além das transferências de presos”.

Para o Subsecretário de Gestão Administrativa, Logística e Tecnologia, Coronel Wilson Júnior, a aquisição das viaturas, suas plotagens e distribuição é fruto de um trabalho sério da equipe e que demonstra estar a Subsecretaria cada vez mais próxima da realidade das Unidades Prisionais, compreendendo as suas necessidades e assessorando o Secretário nas decisões estratégicas e táticas em termos de investimentos nas áreas de tecnologia e logística.

Confira a relação das Unidades que receberam as novas viaturas:

Comando de Operações Especiais (COPE)
Complexo Penitenciário Nelson Hungria
Central Integrada de Escoltas de Ribeirão das Neves
Complexo Penitenciário de Parceria Público Privada
Presídio de São Joaquim de Bicas I
Presídio de São Joaquim de Bicas II
Centro de Remanejamento do Sistema Prisional de Betim
Central Integrada de Escoltas de Juiz de Fora
Penitenciária Doutor Manoel Martins Lisboa Junior (Muriaé)
Penitenciária de Formiga
Presídio de Governador Valadares
Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga (Uberlândia)
Presídio Professor Jacy de Assis (Uberlândia)
Penitenciária Deputado Expedito de Faria Tavares (Patrocínio)
Presídio de Montes Claros
Complexo Penitenciário de Ponte Nova
Presídio de São João Del Rey
Presídio de Teófilo Otoni
Penitenciária Agostinho de Oliveira Júnior (Unaí)
Presídio de Pouso Alegre
Presídio de Passos
Presídio Promotor José Costa (Sete Lagoas)


Confira as fotos do evento de entrega das viaturas no Facebook da SEAP:
https://www.facebook.com/PrisionalMG/

FOI NOTÍCIA NACIONAL, EM TODAS EMISSORAS DE RADIO E TV

Tudo Iniciou no dia 12 em reunião na sede de Cabos e Soldados onde as entidades de classe estiveram presente com o deputado Sgt Rodrigues e iniciaram os Movimentos.

As reivindicações principais do Sistema Penitenciário de MG

Motivos:
DESCASO DESSE GOVERNO

  • Apenas Benefícios para Secretario;
  • Subsecretário, Chefe de Gabinete (Gravata Vermelha);
  • Serviços de Inteligência omissões (prevaricação);
  • Demissões em Massa dos Agentes Contratados desde Dezembro 2016;
  • Descaso, enrolação na PL 4148 Reintegração dos Agentes demitidos;
  • Unidades Super lotadas e falta de Agentes;
  • 01 Agente Noturno de Plantão para Mais de 70 presos;
  • Cogitação de Fechamento de Unidades Prisionais, pré Assumidas pela SEAP;
  • Não saiu o Concurso, só enrolação;
  • Salários Parcelados;
  • Não Pagamento do 13ª salário;
  • Não nomeações de Diretores Unidades Prisionais;
  • Remoções de Agentes por Assedio Moral e Abuso de Poder na Academia do Sistema por mostrar ilegalidade;
  • Abuso de Poder por Diretora do DGP (Falta de educação, cordialidade com os Agentes);
  • Cargos Comissionados alto escalão na Seap apadrinhados por políticos enganadores e em Unidades Prisionais (Diretores que não são Agentes);
  • Sucateamento (falta de equipamentos, Viaturas, Algemas, Armas);
  • Falta de Diárias para O sistema Prisional (Para Viagens de Alto escalão não falta);
  • Não Nomeação dos Aprovados no Concurso para Áreas Administrativas;
  • Regulamentação Calibre Restrito;
  • Carga horária digna;
  • Desvios de Função;
  • Unidades Sem Estrutura (Sem Alojamento, Vasos Sanitários, etc);
  • Não reconhecimento da Insalubridade e Periculosidade da carreira;
  • Dentre Varias outras Mazelas

Então Eu Julio Costa presidente da AMAFMG, avisei em meus vídeos e Notas, e busquei o Diálogo com a SEAP, porem não dá mais, o sangue dos Agentes Prisionais, Socio e Administrativos estão derramando.

O seu dinheiro do 5º dia útil e 13º Salário esta fazendo faltar dentro de suas casas: comida, aluguel, financiamentos, escola de filhos etc, estão atrasados, nomes sendo colocado no SPC, por omissão, descaso desse Governo de Minas Gerais.

O que aconteceu na SEAP após sua criação?

Esta uma Bagunça.

Apenas foi criado a logo marca da mesma e muita mais muita medalha, elogios, troféus etc para o Secretario, Subsecretario, chefe de gabinete.

Todos Vocês, demonstrando não conhecer de Políticas Prisionais.

Júlio Costa enfatizou?

Respeitamos suas profissões e suas aposentadorias, não há um Agente Penitenciário atuando nas categorias de Vocês, com todo respeito a PM, PF, aos Magistrados, porem, esta provado a omissão.

Esta indirigível a SEAP

Unidades Prisionais e Academia por comissionados.

Ou estou inventando alguma coisa aqui?

Se querem colocar “pano frio em cima de chapa quente” não mostrando para o Governador que o Sistema esta parado e precisa de investimento, melhor vocês então por gentileza afastar da casa dos Agentes Penitenciários.

Desrespeito com essa categoria massacrada.

 

PARABÉNS AS FORCAS DE SEGURANÇA PUBLICAS

AMAFMG
Associação Movimento dos Agentes Fortes de Minas Gerais
Unidos Somos Mais Fortes
Julio Costa

Respeitem o Sistema Prisional de Minas Gerais

Os desembargadores que integram o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) aprovaram na sessão de hoje, 13 de dezembro, uma minuta que trata da destinação de armas de fogo e munições apreendidas. O documento dará origem a uma resolução, que deve resolver o problema ocasionado pela guarda de armas de fogo nos fóruns de todo o estado. O objetivo é que as armas e munições apreendidas deixem de ser recebidas pelo Poder Judiciário e fiquem sob a guarda das autoridades policiais até o momento de envio ao Exército, que destruirá ou doará os equipamentos.

 

A guarda das armas de fogo, acessórios e munições nos fóruns do estado compromete a segurança e a integridade de quem circula pelos prédios do Judiciário, que não mantêm as condições ideais para o armazenamento desses artefatos. Dados da Corregedoria-Geral de Justiça apontam que, atualmente, há armas armazenadas em fóruns, aguardando liberação judicial para que recebam destinação.

 

Org_o-Especial-13.12.17-_2_b.jpg
Minuta de resolução foi aprovada hoje pelos desembargadores que integram o Órgão Especial

 

Com a publicação de uma resolução sobre o assunto, a guarda e a destinação das armas passará a ser feita pelas próprias autoridades responsáveis pelas apreensões, à exceção dos equipamentos relacionados aos crimes dolosos contra a vida. Nesses casos, eles continuam a ser mantidos no juízo criminal, caso seja necessário exibi-los durante a realização dos júris.

 

Depósito

 

Atualmente, não há legislação que regule o depósito de armas e munições até a ocasião de receberem a destinação final.  Em seu parecer, o relator que tratou do assunto no TJMG, desembargador Paulo Calmon Nogueira da Gama, afirmou que a guarda de armamentos exige uma estrutura com segurança, uma vez que os equipamentos são visados por criminosos, que, muitas vezes, têm a intenção de resgatá-los. “A utilização das dependências do Poder Judiciário para tal fim acaba por expor os prédios públicos, comprometendo a segurança e a integridade não só dos servidores públicos que nele atuam, como também de toda a sociedade”, disse.

 

Para o relator, não há impedimento para que as autoridades policiais guardem os equipamentos, a exemplo do que já ocorre com outros materiais apreendidos, como veículos e entorpecentes. No entendimento do magistrado, as autoridades policiais têm local adequado para armazenar as armas, o que garante mais proteção e evita eventuais ataques de criminosos para resgatar os armamentos.

 

O texto da resolução será publicado hoje no Diário do Judiciário eletrônico (DJe). Com a publicação, o Judiciário deixa de receber armas de fogo, acessórios e munições apreendidos que estejam vinculados a processos judiciais, inquéritos policiais, termos circunstanciados ou procedimentos de apuração de infrações penais e de ato infracional. Os fóruns continuam responsáveis, porém, pela guarda do material relacionado aos crimes dolosos contra a vida. Também permanecem armazenados em suas dependências os armamentos que já estão sob sua custódia, até que seja definida a destinação final dos equipamentos.

 

Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom
Tribunal de Justiça de Minas Gerais - TJMG

Thursday, 07 December 2017 09:18

SEAP tem novo chefe na área de correição

Rate this item
(1 Vote)

Tomou posse no dia 01 de dezembro, o novo chefe do Núcleo de Correição Administrativa (Nucad) da Secretaria de Estado de Administração Prisional, Carlos Henrique de Almeida. Ele tem 42 anos, é auditor, pós-graduado em Direito Público e tem cinco anos de experiência na Corregedoria-Geral do Estado, que faz parte da Controladoria-Geral do Estado de Minas Gerais.

Já atuou em Análise Processual, Juízo de Admissibilidade e Investigação Preliminar, e foi Presidente e Coordenador da Comissão de Processo Administrativo Disciplinar e Sindicâncias.

Agentes de Segurança Penitenciários impediram a entrada de onze aparelhos celulares; cinco carregadores; dois fones de ouvido; quatro serras; e dois alicates na madrugada desta quarta-feira, 06.12, na Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba.

O material seria arremessado por dois indivíduos que cortaram a cerca da área externa da unidade. Eles foram capturados, antes de alcançarem a muralha, por Agentes de Segurança Penitenciários que faziam a ronda noturna com cães. Houve troca de tiros com outros dois homens que estavam do lado de fora da penitenciária. Eles fugiram deixando para trás os dois comparsas presos.

Segundo o Diretor-geral, Itamar da Silva Rodrigues, ninguém ficou ferido durante a troca de tiros. A unidade lavrou um Boletim de Ocorrência e os dois indivíduos capturados foram conduzidos pela Polícia Militar. “A penitenciária está localizada em uma zona rural e as equipes possuem a orientação de realizarem rondas constantes na área externa. Estamos satisfeitos com a ação dos Agentes de Segurança Penitenciários nessa situação, uma vez que agiram com excelência, utilizando o uso progressivo da força” destaca Itamar. 

Sunday, 03 December 2017 10:25

MG APP - Baixe o Aplicativo

O Governo de Minas Gerais lançou o MG app, um aplicativo para smartphones que dá acesso ao cidadão a diversos serviços públicos estaduais. Com um formato simples, ágil e moderno, a iniciativa leva à população do Estado mais um canal de atendimento que facilita a solução de problemas e a busca por informações. O MG app reúne tanto os serviços que não eram prestados pelo Governo por meio de smartphones, como alguns que já estavam disponíveis, porém em aplicativos dispersos. A centralização facilita o acesso ao cidadão e permite mais agilidade na prestação dos serviços. O MG app está disponível para os sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone.

 

 

Google Play

 

 

 

Apple Store

Page 10 of 38

ACESSOS RÁPIDOS

                  

AMAF MG

AMAF MG
Associação Movimento Agentes Fortes de Minas Gerais

Presidente: Julio Costa

ÚLTIMOS POSTS

NEWSLETTER

Assine a newsletter da AMAF e receba em seu email as principais notícias do Sistema Prisional de Minas Gerais